Por 7 a 4, STF mantém suspeição de Moro em processo de Lula

Compartilhar

Supremo Tribunal Federal retomou, nesta quarta (23/6), julgamento que havia começado em abril.

Na ocasião, sete ministros haviam dado parecer favorável a manutenção do decisão da Segunda Turma que declarou a parcialidade da atuação do ex-juiz Sergio Moro no caso do triplex do Guarujá, que culminou na condenação do ex-presidente Lula. Haviam votado a favor Rosa Weber, Alexandre de Moraes, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Nunes Marques, Dias Toffoli e Cármen Lúcia.

Na data, se posicionaram contra os ministros Luís Roberto Barroso e Edson Fachin. Nesta quarta, também votaram contra o ministro Marco Aurélio Mello e o presidente da Corte, Luiz Fux, o que não alterou a decisão da maioria.

Desta forma, acabou o julgamento do ex-presidente Lula no STF. Por sete votos contra quatro, estão anuladas as condenações de Lula em Curitiba –e foi mantida a decisão da segunda turma que julgou Moro um juiz parcial, suspeito, no caso do tríplex contra o petista.

(Brasília – DF, 05/02/2020) Reunião com Sergio Moro, Ministro de Estado da Justiça e Segurança Pública e Secretários.\rFoto: Marcos Corrêa/PR

Katia Passos

Articuladora da rede Inédita Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *