Ex-assessora de Marielle, deputada Mônica Francisco rechaça ato chamado pelo MBL

Compartilhar

A deputada Mônica Francisco (PSOL) foi uma das parlamentares de esquerda que não participaram dos atos contra Bolsonaro, deste domingo (12/09),  organizado por setores da direita.

“Somos contra a política genocida de Bolsonaro e as ruas sempre foram nosso lugar, mas não estaremos ao lado daqueles que apoiaram o golpe contra o mandato da primeira mulher presidenta do Brasil, os mesmos que impulsionaram campanhas misóginas, racistas e LGBTIfóbicas,  são contra as cotas raciais e o debate de gênero na sociedade”, justificou a deputada.

A parlamentar definiu ainda seu modo de fazer política como sendo o de Lélia Gonzalez, que distribuía rosas amarelas e cantava samba com trabalhadoras nas periferias e favelas, e não ao lado dos poderosos, das oligarquias, do agronegócio e dos patrões.

As deputadas Renata Souza e Dani Monteiro, também feministas negras ex-assessora de Marielle Franco se recusaram a marchar ao lado de movimentos que outrora deram sustentação ao bolsonarismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *